PF faz operação Kratos para prender empresários do tráfico na fronteira

Com apoio da Força Nacional, PF cumpre cinco mandados de prisão e cinco de busca e apreensão em Ponta Porã e Aral Moreira


 
A PF também faz o sequestro e indisponibilidade de bens móveis e imóveis. foto: Ilustrativa  A PF também faz o sequestro e indisponibilidade de bens móveis e imóveis. foto: Ilustrativa

Agentes da Polícia Federal em Campo Grande, com apoio da Força Nacional, deflagraram nesta terça-feira (14) a Operação Kratos para desarticular uma quadrilha que atua no tráfico internacional de drogas e lavagem de capitais.

Cinco mandados de prisão temporária e cinco de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, e Aral Moreira, a 364 km da Capital. A PF também faz o sequestro e indisponibilidade de bens móveis e imóveis, decretados pela Justiça Federal em Campo Grande.

De acordo com a PF, durante um ano de investigações foram apreendidos diversos carregamentos de cocaína e maconha, totalizando 861 kg de drogas.

Os investigados faziam a remessa dos entorpecentes da fronteira Brasil-Paraguai para diversos estados do país transportados em compartimentos ocultos em carros e caminhões.

Com o lucro obtido através do tráfico, compraram imóveis, veículos e estabelecimentos comerciais para tentar ocultar a origem ilícita dos valores. O nome da operação faz alusão ao personagem da mitologia grega conhecido como Deus da Guerra.

**14/05/2019- CG. News

Envie seu Comentário