Pesagem de droga termina só um dia após apreensão e soma 11,8 toneladas


 
Caminhão que carregava as drogas só foi retirado após ser esvaziado, nesta terça-feira (Foto: Divulgação/PRE) Caminhão que carregava as drogas só foi retirado após ser esvaziado, nesta terça-feira (Foto: Divulgação/PRE)

Terminou apenas nesta terça-feira (5) a pesagem oficial da carga de maconha apreendida pela PMR (Polícia Militar Rodoviária) na rodovia MS-377, em Três Lagoas - município localizado a 338 km de Campo Grande -, na tarde de segunda-feira (4). Os fardos com a droga estavam em um caminhão-tanque, que capotou.

Guinchos foram chamados para tirar o veículo das margens da rodovia, porém dois quebraram e impossibilitaram a retirada, que ficou para ser feita nesta manhã de terça. Uma carreta carregada manualmente com a droga apreendida e levada para a sede da PF (Polícia Federal) de Três Lagoas, onde a pesagem somou 11.880 kg.

Inicialmente, a estimativa era de cinco toneladas - ou seja, seis toneladas a menos do que o total apreendido. O veículo com a droga vinha de Poço de Caldas (MG) e capotou no trecho da rodovia entre Água Clara e Inocência, quando os policiais tentaram abordar o caminhão, mas o motorista fugiu em alta velocidade.

Na região do posto Vera Cruz, ele perdeu o controle da direção e o caminhão saiu da pista e capotou. O traficante fugiu à pé pela mata e conseguiu escapar. Equipes de Paranaíba e Três Lagoas atuaram no caso.

Os policiais, através do serviço de inteligência, tinham ciência da passagem do caminhão pelo local, vindo da região de fronteira entre Brasil e Paraguai. Além disso, o criminosos donos da carga já eram investigados pela Polícia Civil mineira, conforme apurou a reportagem.

06/12/2017 08h06 - CG. NEWS

Envie seu Comentário