Trabalhadores de usina de reciclagem têm membros decepados em máquina


 
Carro dos Bombeiros chega à usina para realizar atendimento aos funcionários decepados (Foto: Amanda Bogo)
Carro dos Bombeiros chega à usina para realizar atendimento aos funcionários decepados (Foto: Amanda Bogo)

Dois funcionários de uma usina de reciclagem, de 42 e 30 anos, tiveram membros decepados após acidente com um moinho de triturar plástico na manhã deste sábado (29), no bairro Tiradentes (zona leste de Campo Grande).

Segundo os Bombeiros, o caso mais grave é o do funcionário mais velho. Ele perdeu todo o braço direito e ainda teve parte do rosto cortado pelo equipamento. Há um ano na empresa, ele entraria de férias na próxima semana.

O outro ferido, iniciante no trabalho, perdeu uma das mãos. Nenhum dos dois homens tiveram seus nomes revelados.

Os corpos foram encontrados pelo encarregado do moinho, Neres da Fonseca, 59, que trabalhava em outro galpão quando escutou os barulhos. "Foi um momento de excesso de confiança deles", disse Fonseca.

Segundo Jeferson Braga, gerente do local, o equipamento tem um dispositivo de segurança que trava o equipamento em acidentes como esse. "Os funcionários estavam treinados pra esse tipo de situação, eles (feridos) não respeitaram o protocolo", disse. Ainda de acordo com ele, a máquina foi carregada acima do limite.

Os dois homens foram encaminhados ao pronto-socorro da Santa Casa, conscientes apesar do impacto violento do ocorrido. Não há informações até a conclusão desta reportagem se haveria registro na Polícia Civil do caso.

CG.NEWS

Envie seu Comentário