Polícia Federal sai às ruas e cumpre mandado na casa de Reinaldo

A reportagem apurou que a ação é relativa ao inquérito que tramita no STJ sobre as denúncias da JBS


 
PF foi no começo da manhã ao apartamento do governador. (Foto: Henrique Kawaminami)
PF foi no começo da manhã ao apartamento do governador. (Foto: Henrique Kawaminami)
 
Advogado chega à cada de Reinaldo. (Foto: Henrique Kawaminami)
Advogado chega à cada de Reinaldo. (Foto: Henrique Kawaminami)

A PF (Polícia Federal) cumpre mandado de busca e apreensão na manhã desta quarta-feira (dia 12) na casa do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que é candidato à reeleição.

A reportagem apurou que a ação é relativa ao inquérito que tramita no STJ (Superior Tribunal de Justiça) sobre as denúncias da JBS de suposto pagamento de propinas. São quatro carros descaracterizados da PF em frente ao prédio, no Jardim dos Estados, em Campo Grande.

As denúncias, que também implicaram o ex-governador André Puccinelli (MDB), que está preso, surgiram na delação premiada dos empresários Joesley e Wesley Batista, realizada em maio do ano passado à operação Lava Jato.

Segundo os empresários, era comum a emissão de notas falsas pela compra de gado ou carne bovina para justificar o pagamento de propina em troca de incentivos fiscais. O advogado Gustavo Passarellim que atua na defesa de Reinaldo, chegou ao local e disse a imprensa que não sabe o motivo da ação.

O governador cumpriu agenda de campanha ontem em Naviraí, onde dormiu.

Vostok é o nome de uma estação de pesquisa russa localizada na Antártida onde já foi registrada uma das menores temperaturas da Terra. Conforme a PF, o nome faz referência às notas fiscais frias utilizadas para a dissimulação dos pagamentos.

**12/09/2018 - Campo Grande News

Envie seu Comentário