Câmara promulga reajuste de 47% nos salários dos vereadores da Capital

João Rocha disse que enviou texto para ser publicado amanhã no Diogrande; remuneração passará de R$ 15 mil para R$ 22 mil


 
Empresários foram à prefeitura para protestar contra reajuste dos vereadores (Foto/Arquivo: Marina Pacheco)
Empresários foram à prefeitura para protestar contra reajuste dos vereadores (Foto/Arquivo: Marina Pacheco)

O presidente da Câmara Municipal, João Rocha, já enviou para publicação em Diário Oficial o texto que promulga o aumento do salário dos vereadores, referente ao projeto aprovado em 2018, que eleva as remunerações de R$ 15 mil para R$ 22 mil. O aumento será válido a partir da próxima legislatura, em 2021. No dia 4 de janeiro, em edição extra, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) "devolveu" sem veto e sem sanção o projeto com aprovação do aumento salarial. Com isso, abriu caminho para promulgação pela Câmara Municipal do reajuste de 47%.

Na mensagem publicada no Diogrande, o prefeito considera que a "fixação dos subsídios dos vereadores, de uma legislatura para a subsequente, é de competência exclusiva da Câmara Municipal".

João Rocha disse que já assinou e encaminhou a promulgação na manhã de hoje e que será publicada no Diogrande e no Diário do Legislativo Municipal amanhã.

O aumento dos vereadores foi alvo de polêmica no ano passado, com protestos recorrentes na Câmara Municipal. Mesmo com sendo rechaçada pela população, a aprovação do projeto foi mantida pelos vereadores.

**07/01/2019 - CG. News

Envie seu Comentário