02/04/2013 22h00 - Atualizado em 02/04/2013 22h00

Áreas de instabilidade causam chuva em quase todas as regiões do país nesta quarta

Região Nordeste deve ser a única com presença de calor e tempo seco

 
 
Regiões Sul, Centro-Oeste e Norte têm potencial para temporais isolados Foto: Tânia Schossler, especial

PREVISÃO DO TEMPO PARA QUARTA, DIA 3

CENTRO-OESTE

Na quarta, áreas de instabilidade ganham força e avançam um pouco mais pelo Centro-Oeste. O potencial para temporais e os volumes acumulados de chuva aumentam, principalmente sobre Mato Grosso do Sul. Permanece o predomínio de tempo seco no leste de Mato Grosso e na maior parte de Goiás e Distrito Federal. Com o aumento da nebulosidade, há uma diminuição da amplitude térmica e, de forma geral, as temperaturas mínimas serão mais elevadas e as máximas terão uma ligeira queda na região.

CENTRO-OESTE

Na quinta, a chuva continua concentrada, principalmente entre o Mato Grosso e Mato Grosso do Sul onde a chuva será mais frequente e o risco para temporais mais elevados. Além disso, volta a chover, ainda de forma fraca e isolada no norte de Goiás e no Distrito Federal. Na sexta, a chuva na forma de pancadas continua ocorrendo na maior parte da Região, ainda com potencial para temporais sobre o Mato Grosso do Sul. Nos próximos dias, apesar da previsão de chuva para todo o Centro-Oeste, o destaque continua para o Mato Grosso do Sul onde a chuva é mais frequente e os temporais mais generalizados.

SUDESTE

Na quarta, dia 3, áreas de instabilidade ganham força sobre o Sudeste e, apenas no norte de Minas Gerais, não há previsão de chuva. Em toda a região, as pancadas serão mais intensas e com maior potencial sobre São Paulo. Devido ao aumento da nebulosidade, a amplitude térmica diminui. Com isso, a madrugada será de temperaturas mínimas ligeiramente maiores e as máximas devem cair em toda a região.

SUL

A quarta deve ser de chuva a qualquer momento em boa parte da região Sul. Sobre a metade oeste de Paraná e Santa Catarina, há previsão de intensos volumes de chuva que vêm acompanhados de temporais isolados, trovoadas e ventos fortes. No restante da região, a chuva perde um pouco de intensidade e ocorrem alguns períodos de melhoria, com variação de nebulosidade e temperaturas amenas. Sobre a metade norte do Rio Grande do Sul, a precipitação será mais intensa. Já no oeste e sul do Estado, a chuva vem alternada com períodos de sol entre nuvens. A partir do meio da tarde, há risco de temporais, com muitas trovoadas e uma possível queda de granizo entre a serra e o litoral norte. Os ventos devem ser fortes e persistentes durante todo o dia no litoral, com rajadas em torno de 60 quilômetros por hora. A temperatura fica mais baixa na divisa com Santa Catarina e mais elevada na Metade Sul e na Fronteira Oeste.

NORDESTE

O tempo seco continua predominando no Nordeste na quarta-feira apesar de um ligeiro aumento na quantidade de nuvens na Região. A chuva continua ocorrendo na forma de pancadas isoladas, fracas na grande maioria, e atinge o oeste da Bahia e alguns pontos do Maranhão, Piauí e Ceará, além do litoral da Região. As temperaturas seguem sem variações significativas e, apesar de uma pequena queda nas mínimas e máximas, continua o calor em todo o Nordeste.

NORTE

Na quarta, a chuva passa a se concentrar mais ao oeste da região, com potencial para temporais entre Roraima e Pará e no oeste do Amazonas. Na parte leste da região, a chuva passa a ser mais fraca e isolada. Entre o sudoeste do Pará e Tocantins, o tempo seco e a baixa umidade do ar prevalecem. As temperaturas seguem sem grandes variações e a previsão é de mais uma manhã com sensação de abafamento e uma tarde de calor em toda a região.

PREVISÃO PARA OS PRÓXIMOS DIAS

SUDESTE

Na quinta, dia 4, há previsão de pancadas de chuva para a maior parte da região, com temporais mais intensos sobre o centro do Estado de São Paulo. Por conta da precipitação e da nebulosidade, as temperaturas não sobem muito. Nos próximos dias, a chuva se espalha e atinge todo o Sudeste, mas o destaque continua sendo o oeste de São Paulo, onde os volumes acumulados continuam mais elevados.

SUL

O tempo ficará instável ao longo da quinta, com risco de temporais isolados principalmente na faixa oeste de Santa Catarina e do Paraná. De modo geral, os volumes de chuva diminuem. No Rio Grande do Sul, a chuva ainda será generalizada. Na sexta, dia 5, o tempo volta a ficar firme na maior parte do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Apenas no Paraná, permanece a previsão de chuva em todas as regiões do Estado, com potencial para temporais isolados no norte. Nos próximos dias, apesar de ainda haver previsão de chuva para toda a região, a chuva ainda terá consideráveis volumes de chuva e possíveis temporais no Paraná.

NORDESTE

Na quinta, a chuva passa a ser mais generalizada nos Estados do Maranhão, Piauí e Ceará. Também chove de forma mais isolada no oeste da Bahia e em Alagoas. No restante da região, o dia deves ser de tempo seco, ensolarado e com baixos índices de umidade relativa do ar. Nos próximos dias, há previsão de pancadas de chuva do Maranhão até pontos da Paraíba. Também chove de forma mais isolada no oeste e sul da Bahia. Da metade norte da Bahia até Pernambuco, o tempo segue seco.

NORTE

Na quinta, a previsão pancadas de chuva permanece para a maior parte do Norte, mas os volumes acumulados mais significativos continuam concentrados no litoral do Amapá. Por conta do tempo mais aberto, as temperaturas se elevam e o dia fica bastante abafado em toda a região. Nos próximos dias, a Zona de Convergência Intertropical continua provocando chuvas fortes no leste do Amapá. Além disso, todo o interior da Região tem previsão de pancadas de chuva e risco para temporais isolados.

RURAL BR

Envie seu Comentário