Brasileiro chefe do tráfico em favela é preso em operação no Paraguai

Criminoso estaria no país vizinho para negociar compra de armas e drogas


 
Capilé ostentava luxo e alto padrão de vida no Paraguai - Foto: Reprodução Capilé ostentava luxo e alto padrão de vida no Paraguai - Foto: Reprodução

Apontado como chefe do tráfico de drogas da Favela de Acari, zona norte do Rio de Janeiro, Carlos Eduardo Sales Cardoso, 35 anos, conhecido como Capilé, foi preso hoje, no Paraguai, país vizinho de Mato Grosso do Sul.

De acordo com informações da Agência Efe, contra o traficante havia um mandado de prisão, expedido pela justiça brasileira, pelos crimes de tráfico de drogas e homicídio.

Para cumprimento do mandado, foi feita uma operação entre a Polícia Federal brasileira e a Secretaria NAcional Antidrogas do Paraguai (Senad). Segundo a polícia, o traficante foi para o Paraguai para coordenar contratos para compra de drogas e armas que eram enviadas para a comunidade de Acari.

Capilé estava em sua residência, em uma bairro de classe média alta, em Assunção. No imóvel, foram encontrados 86 relógios de luxo, R$ 3 mil em dinheiro e 11,8 mil dólares. O criminosos, que ostentava alto padrão de vida, foi preso e aguarda trâmites para ser transferido ao Rio de Janeiro.

**15/12/2018 - Correio do Estado

Envie seu Comentário