Servidores do Detran atuarão como fiscais de trânsito na Capital

Serão 30 agentes do Detran e 36 da Agetran nas ruas


 
São 30 servidores de carreira do órgão São 30 servidores de carreira do órgão

O Detran MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) apresentou, nesta quinta-feira (12), a nova turma de agentes de fiscalização que vai atuar em Campo Grande. São 30 servidores de carreira do órgão, que desempenham diversas funções no dia-a-dia, e passaram por treinamento para intensificar a fiscalização do trânsito nas ruas da Capital.

O efetivo vai cumprir escala definida pelo Detran MS, de acordo com a demanda. Os servidores vão cumprir as horas normais e farão o "serviço extra", com remuneração – que não foi divulgada pelo órgão. Na prática, Campo Grande terá 63 agentes de fiscalização do trânsito nas ruas: 30 do Detran MS e 36 da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

O chefe do setor de fiscalização, André Canuto de Moraes Lopes, explica que todos os agentes são efetivos do Detran MS com mais de três anos de serviço público. "São examinadores, vistoriadores, gestores de educação que já atuam em diversas áreas do Detran. Eles vão trabalhar em regime de escala, de acordo com a demanda", explica.

Segundo o chefe de fiscalização, passaram por uma prova, prova de títulos e fizeram um curso de mais de 300 horas de capacitação. "Nós do Detran temos um efetivo pequeno, temos que trabalhar de forma organizada para que possamos trabalhar de forma integrada com a PM. Temos [servidores] pós-graduados e mestrandos. Essas pessoas viram a necessidade de atuar no trânsito", destaca.

Serão quatro viaturas disponibilizadas para a fiscalização: duas caminhonetes e dois carros de passeio. As ações serão desenvolvidas junto ao BPTran (Batalhão de Trânsito da Policia Militar), uma vez que os servidores não portam armas.

"Esses servidores continuam com as suas funções e vão atuar também na fiscalização e vão receber um aditivo para ir às ruas", afirmou o diretor-presidente do Detran MS, Roberto Hashioka. Segundo o diretor, neste primeiro momento, a atuação será somente em Campo Grande, mas poderá ser expandida para o interior do Estado.

Na apresentação, o Detran divulgou dados do primeiro mês de atuação dos agentes. Foram 69 autos de infração: condutores embriagados, com CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa, crianças sem capacete, condutores sem CNH ou sem cinto de segurança.

Na última quarta-feira (11), a fiscalização ocorreu na região do Detran MS, na Avenida Dom Antônio Barbosa – continuação da avenida Euler de Azevedo. Em apenas uma hora, foram flagrados 154 motoristas com a velocidade acima da média permitida.

Trânsito em MS

De acordo com o Detran MS, foram 366 mortes no trânsito de Mato Grosso do Sul, em 2017. Campo Grande concentrou 20% dos óbitos (70). A soma das mortes ocorridas de 2013 a 2017 foi de 2258 pessoas. Campo Grande corresponde a 38% das mortes do Estado, neste período.

**12/07/2018 - *Fonte: Midia max

Envie seu Comentário