Três escolas de MS adotam modalidade "a distância" para alunos do Ensino Médio

Para complementar carga horária, estudantes poderão ter aulas on line em casa ou dentro da escola em que estudam


 
Em Campo Grande, modalidade não presencial será adotada na Escola 26 de Agosto (Foto/Reprodução)
Em Campo Grande, modalidade não presencial será adotada na Escola 26 de Agosto (Foto/Reprodução)

Pela primeira no Estado, três escolas estaduais do Ensino Médio Regular vão adotar modalidade de aulas não presenciais, como complemento da carga horária ampliada de 30 horas semanais. A matriz curricular "a distância" foi aprovada para instituições em Campo Grande, Dourados e Deodápolis.

A resolução da SED (Secretaria Estadual de Educação) foi aprovada para a escola estadual 26 de Agosto, em Campo Grande; Celso Muller do Amaral, em Dourados e Scila Médici, em Dourados.

A flexibilização já era adotada na rede estadual de desde 2008, como no EJA (Escola para Jovens Adultos) ou AJA (Avanço do Jovem na Aprendizagem), mas será a primeira vez no Ensino Médio Regular.

Segundo informações da SED, nessa adequação, o aluno poderá complementar o estudo com aulas on line em casa ou na própria instituição de ensino. O sistema facilitaria o ensino para pessoas que estão na escola à noite, por exemplo, e poderiam ter dificuldade de continuar os estudos por conta do horário estendido.

Apesar de já previsto em legislação, a implantação se adequa a uma das propostas do presidente da República, Jair Bolsonaro, que defende o ensino a distância até mesmo no ensino fundamental, com alunos de 6 a 14 anos.

**11/01/2019 - CG. News

Envie seu Comentário