Suspeito de atear fogo em porteiro no RJ é identificado por câmeras de segurança

Polícia Civil diz que pediu prisão temporária do homem, que ainda está foragido. Caso aconteceu em um conjunto habitacional de Teresópolis.


 
Porteiro estava trabalhando em Teresópolis quando foi surpreendido pelo agressor (Foto: Divulgação/Polícia Militar) Porteiro estava trabalhando em Teresópolis quando foi surpreendido pelo agressor (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

O homem suspeito de ter ateado fogo no porteiro de um condomínio em Teresópolis, na Região Serrana do Rio, foi identificado pelas câmeras de segurança do local, segundo informações da Polícia Civil. Ele ainda está foragido e o pedido de prisão temporária foi feito pela polícia à Justiça.

O crime aconteceu nesta terça-feira (19) no Conjunto Habitacional Fazenda Hermitage, onde moram vítimas da tragédia que atingiu a Serra do Rio em 2011. O homem entrou na cabine e jogou gasolina no rosto do porteiro, ateando fogo com um isqueiro em seguida.

Ainda segundo informações da 110ª Delegacia de Polícia, responsável pelo caso, a vítima, de 23 anos, não tem nenhuma anotação criminal e as possíveis motivações para a tentativa de homicídio são investigadas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima teve 50% do corpo queimado. O rapaz foi levado para o Hospital das Clínicas de Teresópolis (HCT). O G1 aguarda informações sobre o estado de saúde dele.

Entenda o caso

O vídeo cedido pela Polícia Militar (PM) mostra o suspeito chegando próximo à cabine da portaria. Na imagem, é possível ver que ele fica parado por alguns segundos enquanto abre o galão de gasolina.

Neste momento, as imagens da câmera mostram que a vítima estava trabalhando. Um outro homem conversava pelo interfone, do lado de fora da cabine.

Em seguida, o homem entra no local, joga gasolina no rosto da vítima e usa um isqueiro para incendiar o porteiro.

Os bombeiros disseram que foram acionados às 16h09 e quando chegaram ao local encontraram a vítima em pé e lúcida na rua.

VEJA O VÍDEO ABAIXO

ATENÇÃO IMAGENS SÃO FORTES

Envie seu Comentário

20/06/2018 10h15 - *Fonte: G1