Puccinelli pretende vencer o pleito no primeiro turno


 
Jornalista Roberto Costa Jornalista Roberto Costa

AMULETO DA SORTE – O ex-ministro e agora pré-candidato do MDB à presidência da República, Henrique Meirelles, acredita em bons fluídos e por isso mesmo já realizou duas visitas a Campo Grande.

EXPERIENTE – Dentre os nomes que vislumbram administrar o País, Meirelles é um dos mais preparados e em condição de bem representar o Brasil quando tiver que sentar a mesa de negociação com as grandes potências.

CAPITALIZANDO 1 – O médico e pré-candidato do MDB ao Governo de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, demonstra confiança absoluta na composição de uma chapa capaz de vencer o pleito no primeiro turno.

CAPITALIZANDO 2 – Puccinelli tem adiantado aos sul-mato-grossenses o modelo de gestão que pretende colocar em prática para retomar o desenvolvimento e melhorar a qualidade de vida de todos.

CAPITALIZANDO 3 – Para a efetivação do programa "MS Maior e Melhor", especula-se a formação de um secretariado que, se concretizado, surpreenderá até mesmo os adversários.

APARANDO ARESTAS – PSDB e PSD, liderados por Reinaldo Azambuja e Marquinhos Trad, respectivamente, andaram com as relações estremecidas por conta de declarações desencontradas.

REDE SOCIAL – O juiz federal aposentado e pré-candidato a governador pelo PDT, Odilon de Oliveira, precisa vir a publico esclarecer os questionamentos que estão sendo feitos por um cidadão.

CHUMBO QUENTE – A campanha política propriamente dita ainda não está nas ruas, mas ocupa lugar de destaque no Facebook com críticas e acusações pesadas contra todos os pretensos candidatos.

DEVER CASA– O eleitor que dispõe de tempo para analisar o perfil de cada um dos pretendentes ao cargo de governador, por exemplo, certamente não terá do que reclamar após a proclamação do resultado.

RECORDISTA – O prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro, do PSDB, ainda não conseguiu formar uma equipe de secretariado afinado, comprometido com o seu programa de governo.

CRIMINOSO – Uma retroescavadeira, avaliada em R$ 1 milhão de reais, foi literalmente destruída pelo fogo. O incêndio considerado criminoso foi praticado contra a Prefeitura de Ponta Porã.

JUSTIÇA IMPLACÁVEL– O professor Deivid Almeida Lopes (39), acusado de estuprar, matar e esquartejar o menino Kauan, foi condenado a mais 66 anos- de prisão. O corpo da vítima até hoje não foi localizado.

INTERNET – "Não é vingança. É a Lei de Newton: Para toda ação existe uma reação."

**07/07/2018 - Por Roberto Costa

Envie seu Comentário