Homem matou vendedora de espetinho para roubar celular, som e DVD

O corpo da vendedora de espetinho foi encontrado depois que vizinhos ouviram gritos vindos da casa dela


 
Nivalcir Lúcio foi preso em flagrante e vai responder por latrocínio (Fotos Olimar Gamarra)
Nivalcir Lúcio foi preso em flagrante e vai responder por latrocínio (Fotos Olimar Gamarra)
 
Objetos que foram roubados da casa da vítima e a faca utilizada no crime (Fotos Olimar Gamarra) Objetos que foram roubados da casa da vítima e a faca utilizada no crime (Fotos Olimar Gamarra)

Nivalcir Lúcio Cândido, 27 anos, conhecido como "Coringa" foi preso e autuado por latrocínio - roubo seguido de morte. Ele confessou que matou a facadas a vendedora de espetinho Marcelina Robles Cardoso, 55 anos, para roubar um som, DVD e um aparelho celular. O crime aconteceu no cruzamento das ruas Doutor Boaventura com Laucídio Coelho, na Vila Fátima, em Rio Brilhante, distante 163 quilômetros de Campo Grande.

Marcelina foi encontrada morta na manhã de ontem (14) na casa onde vivia com ferimentos de faca no queixo, na testa, abaixo do umbigo, nas pernas e nas mãos.

Conforme a Polícia Civil, a vítima mantinha no imóvel comércio de bebidas alcoólicas e de espetinho. Na noite de sábado (13), uma mulher e três homens foram vistos com a comerciante em frente à residência dela. Durante a madrugada, os três foram embora e um homem permaneceu no imóvel.

Ao ser localizado e questionado sobre a morte da mulher, Nivalcir ficou nervosismo e se contradisse várias vezes. Ele tinha lesões no peito e nas mãos. A partir daí, foram identificada testemunhas confirmando que o suspeito foi o último a ser visto com Marcelina e que só saiu da casa dela por volta das 6h de ontem.

Na casa de Nivalcir, foram encontrados vários objetos que haviam sido roubados da vítima. Familiares da comerciante confirmaram que o celular e a caixa de som apreendidos eram da vendedora. O homem, então, foi levado à delegacia e acabou confessando o crime.

Ele contou que foi até o local para consumir bebida alcoólica, droga e após manter relação sexual com a vítima decidiu roubá-la. O autor esperou a mulher ir tomar banho e na sequência se armou com uma faca e a matou. Ele revirou armários e gavetas à procura de dinheiro, mas como não encontrou acabou levando os objetos.

**16/04/2019 - CG. News

Envie seu Comentário