Bumlai aguarda ser notificado de prisão para se apresentar, diz advogada

Advogada disse que ele recebeu notícia da prisão com tristeza


 
O pecuarista José Carlos Bumlai após passar por exame no Instituto Medico Legal (IML), em Curitiba - Geraldo Bubniak / Agência O Globo
O pecuarista José Carlos Bumlai após passar por exame no Instituto Medico Legal (IML), em Curitiba - Geraldo Bubniak / Agência O Globo

Em nota, a defesa do pecuarista José Carlos Bumlai informou que o sul-mato-grossense aguarda ser notificado oficialmente da ordem de prisão para que se apresente à Justiça. Nesta quinta-feira (16), o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) determinou ele dê início ao cumprimento da pena de 9 anos e 10 meses de prisão a que foi condenado pelos crimes de gestão fraudulenta de instituição financeira e corrupção.

No posicionamento enviado ao portal Isto É, a advogada Daniela Meggiolaro informou que Bumlai "recebeu com tristeza a notícia que deverá cumprir antecipadamente sua pena e que tem tem plena convicção de que as ilegalidades da sentença e do acórdão condenatórios serão reformadas pelos Tribunais Superiores".

"Ele aguarda sereno sua intimação pessoal para início da execução nos exatos termos fixados pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região", diz o texto.

Nesta quinta-feira (16), além da prisão de Bumlai, o tribunal também determinou a execução da pena do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e julgou os embargos infringentes de Fernando Antônio Falcão Soares, o Fernando Baiano.

Conforme o jornal O Globo, Vaccari, que havia sido condenado por corrupção passiva a 6 anos e 8 meses de prisão, deve cumprir regime inicial semi-aberto e não fechado, como foi apontado na sentença. Já Fernando Baiano cumpre pena em regime domiciliar com tornozeleira eletrônica, após fechar um acordo de delação premiada.

**17/05/2019 - CG. News

Envie seu Comentário