‘Alegria que contagiava’, dizem amigos sobre vítima de feminicídio em MS

Mulher foi morta a golpes de machadinha por pedreiro; filho assistiu morte da mãe


 
Edinalva Ferreira Melgaço, 34 anos, foi vítima de feminicídio na noite de sábado (16) em Costa Rica Edinalva Ferreira Melgaço, 34 anos, foi vítima de feminicídio na noite de sábado (16) em Costa Rica
(Foto: Reprodução Facebook)

(Foto: Reprodução Facebook)

 
Mulher foi morta com golpes na cabeça. (Foto: Reprodução/MS Todo Dia)
Mulher foi morta com golpes na cabeça. (Foto: Reprodução/MS Todo Dia)

A morte de Edinalva Ferreira Melgaço, 34 anos, é lamentada em redes sociais por amigos, familiares e conhecidos, que a descreveram como uma pessoa ‘alto astral’ e querida por todos. A mulher foi vítima de feminicídio na noite de sábado (16) em Costa Rica, a 330 km de Campo Grande.

Em frente ao filho, foi atingida por golpes de machadinha pelo pedreiro José Cláudio Neres de Melo, que não aceitava fim de relacionamento. Os amigos também se dizem em choque com a violência do crime.

"Quanta crueldade nesse mundo! Não dá para acreditar o que fizeram com você, minha amiga. Você ficará guardada no meu coração", disse uma das pessoas no perfil da vítima, que recentemente havia começado faculdade de pedagogia.

"Hoje o dia amanheceu sem cor porque uma flor foi tirada de nós. Lembro do dia que fez um chá da tarde na minha casa ela estava com esse sorriso que contagia qualquer pessoa, ninguém ficava triste perto dessa rosa", escreveu outra amiga.

"Verdade, uma pessoa muito especial, contagiava a todos no primeiro contato. Que ela descanse em paz, meus sentimentos a família", reiterou outra.

Crime

O pedreiro José Cláudio Neres de Melo, de 39 anos, foi preso em flagrante na madrugada deste domingo (17), suspeito de matar a esposa, a vendedora Edinalva Ferreira Melgaço, de 34 anos, em Costa Rica, distante 330 quilômetros de Campo Grande. Testemunhas alegam que a vítima tentava a separação, mas ele não aceitava.

Segundo informações do site MS Todo Dia, ele teria usado o carro para derrubar a vítima da moto e em seguida golpear com uma machadinha.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vendedora estava com o filho, um adolescente que presenciou a cena. Conforme o relato, a vítima tentou se defender e correu para uma pizzaria, onde foi golpeada até a morte.

O autor fugiu, mas acabou localizado pela Polícia Militar. Ele confessou o crime de feminicídio.

 
Pedreiro assumiu o crime e disse que não aceitava a separação. (Foto: Reprodução/MS Todo Dia)
Pedreiro assumiu o crime e disse que não aceitava a separação. (Foto: Reprodução/MS Todo Dia)
 
Fotos: MS Todo Dia
Fotos: MS Todo Dia

Topmídianews

Envie seu Comentário