Procon estadual autua estabelecimentos pela venda de produtos vencidos há mais de 15 meses


 
Fotos: Procon/MS Fotos: Procon/MS

Equipes de fiscalização da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, órgão estadual ligado à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho – Sedhast estiveram, nesta terça-feira (13.11) em dois estabelecimentos comerciais - um supermercado e um açougue e panificadora - de Campo Grande atendendo a reclamações de consumidores.

Em ambos os locais foram constatadas inúmeras irregularidades, tendo sido flagrados produtos com prazo de validade expirado, alguns dos quais nos meses de agosto, outubro e dezembro de 1 917, no caso do açougue e panificadora localizado no Portal Caiobá, de onde a equipe foi obrigada a descartar 103 unidades de produtos diversos, principalmente temperos e rações para cães.

Em relação ao supermercado, localizado na Vila Belo Horizonte nas proximidades do bairro Taveirópolis, foram descartados 39 unidades. Entre estas, destaque para linguiça, queijo, batata frita, farinha de trigo entre outros. Nos dois casos o descarte, como é de praxe, ocorreu na presença dos responsáveis pelos estabelecimentos tendo sido expedidos autos de infração e feitas recomendações a respeito da maneira adequada para armazenamento e os cuidados para que não exponham para venda os produtos vencidos.

A respeito das ações, o superintendente do Procon estadual Marcelo Salomão, orienta à população para que "denuncie toda vez que encontrar mercadorias irregulares, principalmente em relação ao vencimento do prazo de validade, violação de embalagens e armazenamento, o que é mais recorrente nos mercados".

**14/11/2018 - Por Waldemar Hozano

Envie seu Comentário