Peixes Neymar e Fred 'preveem' placar de 2 a 0 para o Brasil

19/06/2013 09h14 - Atualizado em 19/06/2013 09h14

Peixes Neymar e Fred 'preveem' placar de 2 a 0 para o Brasil

Comerciante apelidou peixes com nomes de jogadores. Brincadeira com peixes indica placar de 2 a 0 para o Brasil contra o México.

 
 
Peixes foram fisgados em uma pescaria na cidade de Pentecostes, no interior do Ceará (Foto: Gioras Xerez/G1) Peixes foram fisgados em uma pescaria na cidade de Pentecostes, no interior do Ceará (Foto: Gioras Xerez/G1)

O comerciante José Laurindo de Sá há dois anos ganhou fama no bairro em que mora, em Fortaleza, por causa de seus dois peixes de estimação que fazem gols e até ''arriscam'' placares de jogos. Para Brasil e México, nesta quarta-feira (19), na Arena Castelão, os bichos ''preveem'' 2 a 0 para Seleção Canarinho.

Desde que descobriu o talento dos peixes, Laurindo providenciou duas bolinhas e confeccionou uma trave para a dupla. Basta colocar a bola dentro do tanquinho que os peixes logo chutam para o gol. "Rapaz, vou levá-los para o treinador Felipão para ensinar os atacantes como se faz gols. Apesar do ataque está afinado e já demonstrando entrosamento, não custa nada aperfeiçoar a técnica com os meus dois peixes", diz em tom de brincadeira.

Palpites dos jogos

Além de marcar muitos gols, segundo José Laurindo, os dois peixes acertam os resultados dos jogos do Brasil em amistosos e torneios internacionais. Para a partida contra o México, nesta quarta-feira (19), às 16 horas, no Arena Castelão, o ''palpite'' dos peixes é 2 a 0 para Seleção Canarinho. "Vou repetir o teste minutos antes do jogo iniciar, mas garanto que vai ser esse o placar", afirmou sorridente.

"Nas últimas duas partidas eles acertaram o placar. Eu faço o seguinte. Eu os coloco perto da trave minutos antes dos jogos do Brasil começar. A quantidade de gols que eles fazem é o placar final das partidas do Brasil. Contra a França e Japão, um peixe marcou um gol e o outro fez dois. Aí o placar final terminou 3 a 0 para nós", disse.

Em clima de Copa das Confederações, José Laurindo apelidou os peixes com os nomes dos jogadores da seleção, Neymar e Fred. "Eu não tinha pensado em colocar nomes deles. Mas, já que estamos em época de Copa das Confederações e há um ano da Copa do Mundo no Brasil, resolvi chamá-los de Neymar e Fred. O ataque titular da Seleção Brasileira", afirmou.

Segundo o comerciante, tudo começou quando um prendedor de roupas caiu no tanque dos peixes fisgados em uma pescaria em Pentecostes, a 86 km de Fortaleza, e, para a surpresa de todos, um dos bichos chutou o objeto para fora do recipiente de água. "Foi inacreditável, pois nunca tinha visto um peixe tão esperto. Aí eu pensei. Se ele faz isso com um pregador, pode sim fazer com uma bolinha", disse.

G1
Lincoln Weiss
 


Seja o primeiro a comentar!

Envie seu Comentário!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.